sábado, 23 de abril de 2011

Mar

Somos todos seres do mar, condenados a viver no ar. Choramos quando sentimos o quão verdadeiro somos e no que nos tornamos. Por dentro estamos num maremoto. Por fora... Apenas algumas gotas de água salgada.

sábado, 16 de abril de 2011

Assim como quem não quer nada

Dando uma volta, assim como quem não quer nada. "Assim como quem não quer nada" Diz ela. Sem maquiagem, chapinha ou roupas bonitas. "Assim como quem não quer nada" Ela dizia. Pensar no que fazer... Não! Não! Esquecer, não fazer, não ouvir, apenas ver. "Assim como quem não quer nada" Diz ela. Mas como quem não quer nada, no mundo. Como quem não nada, com vida. Pois quem nada quer ou nada faz trancado, será apenas um objeto em inércia, vai contra os princípios da liberdade. Caminhando... "Assim como quem não quer nada" Ela dizia. Vamos, vamos pela grama, pela grama nós vamos. Mas em algum momento terás que andar sob as pedras, não há como evitar - Teus pés vão calejar.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Música

Há momentos em que apenas a música é capaz de nos levar para longe dessa bola hipócrita que chamamos de mundo. Há momentos que ninguém, ninguém, apenas a música é capaz de nos abrigar, entender, alegrar ou consolar. Por um minuto apenas eu quero fechar os olhos e não ver o filme, apenas ouvir a trilha sonora e ficar imaginando as coisas mais absurdas, que nem quando eramos crianças e procurávamos formas em nuvens. Música e nuvens, têm uma forma diferente para cada pessoa.
Então, pequena Amélie, os teus ossos não são feitos de vidro. Podes levar algumas pancadas da vida. Se deixares escapar esta oportunidade, eventualmente o teu coração vai ficar tão seco e quebradiço como o meu esqueleto. Então, vai apanhá-lo! (Le Fabuleux Destin D Amelie Poulain)

Uma coisa meio louca

Livre, uma coisa meio louca, não era aquilo que eu pretendia. Queria? Talvez. Esperava? Não. Tão doce essa tal de surpresa. Livre, então eu tive a prova de que as coisas certas vêm nos momentos mais inoportunos. Não, não sou nenhuma pessoa certa. Previsível? Não. Eu sei que esse errado vai dar certo... Livre.

domingo, 10 de abril de 2011

Não pode mandar no seu coração um sentimento é muito mais forte que um pensamento. Seus olhos estão abertos e mesmo que sua alma não possa ser comprada a sua mente pode perder-se. (U2)

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Intimidade


Intimidade, um prêmio pra quem a inventou, ela é uma das coisas mais preciosas e ninguém sequer lembra que ela existe. Antes da amizade ganhar a cena, a intimidade fez o trabalho duro, antes do amor ser o protagonista, a intimidade fez o trabalho duro. Arquivou os sentimentos, subdivididos por locais, datas, pessoas e categorias. Antes de criar qualquer laço lembre-se que tudo se baseia na intimidade, se forçar será chato, inconveniente e talvéz até ridiculo. É como forçar um trabalhador, ele se revolta e entra em greve, pouco a pouco ela faz seu trabalho sem você sequer note que ela existe - Será ela um sentimento? Se for, o melhor deles, posso dizer.